Volta MENU                       volta ÍNDICE CIRANDAS

Em homenagem a todos os poetas pelo DIA DO POETA
e DIA MUNDIAL DA POESIA - 20/10/2007, apresentamos,

YARA NAZARÉ



Clique na tela e entre em contato com a artista
EDNA FEITOSA e conheça mais
sobre sua linda arte.

(O uso desta imagem nesta ciranda,
foi autorizado pela sua autora a artista
plástica, Edna Feitosa)


"Amiga Yara se quiser a imagem
de um beija-flor que eu pintei, taí.
Beijos, querida!
Edna Feitosa"

***********

A idéia desta ciranda teve início... quando um certo beija-flor, da nossa querida amiga Faffi , "Saiu de mansinho, voando baixinho e..." a Yara de longe escreveu... "abri a janela, E vi o seu lindo beija-flor" e nosso amigo Marcial que observava a cena, pensou... "Lindo demais este beija-flor gabola, não merece ir para uma gaiola" e assim o nosso BEIJA-FLOR, voou de flor em flor e pousou nos versos de grandiosos poetas que logo se juntaram a nós e aos quais agradeço sensibilizada e muito feliz em poder hospedar suas belas poesias e nossos lindos beija-flores, aqui, nesta página especial.
Obrigada,
Faffi, Marcial Salaverry, Marici Bross, Nadir D'Onofrio, Antonieta Manzieri, Eda C. da Rocha, Gislaine Canales, Iranimel, Ligia Tomarchio, Edson Contar, Mª Aparecida Macedo, Lorenzo Yucatán, Tarcísio Costa, Terê Penhabe, Marilena Trujillo, Thais Francisco, Thereza Mattos, Maria José Z. Tauil e Luísa Fernandes.
(Os nomes dos poetas estão por
ordem de chegada das poesias).

Agradeço de coração, o presente da imagem belíssima, da tela de Edna Feitosa que enfeita ricamente esta ciranda.
Abraços.
Yara Maria
Em 18/10/2007

 

***********

MEU BEIJA-FLOR
faffi...

Onde está você
meu passarinho..
Saiu de mansinho
voando baixinho e
até agora não retornou
Foi procurar guarita,
oi foi a procura de amor?
Onde está você meu beija-flor
Sinto saudade do seu jeitinho
de passarinho beijador
voando ligeiro, apressado
parando no ar,
batendo as asinhas
depois, pousando de flor em flor
tirando o néctar para dividir
com o seu amor...
foi esse seu jeitinho
que me conquistou..
Agora fico sozinha
procurando em cada jardim
um outro passarinho
Mas nenhum é como você
meu querido beija-flor
nenhum tem esse jeitinho
de trazer sempre no biquinho
um pouquinho do néctar
da flor.. .que você roubou
Volta pro meu jardim
lá já desabrochou
uma nova flor...
a flor do amor!

28/05 /2002
Proteja os Direitos Autorais


***********

UM LINDO BEIJA-FLOR

(Yara Nazaré - 06/04/05)

Hoje cedo abri a janela
Vi o seu lindo beija-flor
Pude vê-lo bem de perto
Era ele, o mesmo de sempre
Que beijava com jeitinho
As flores do meu jardim.

Fosse eu uma flor de cor rosa
Com certeza ele pousaria
Moveria suas lindas asinhas
Para sugar o meu néctar
E fazer nascer outra flor.

Acompanhei seus trejeitos
Observei cada investida
Nas voltas e reviravoltas
E em cada flor que pousou
Deixou um pouco de amor!

***********


BEIJA-FLOR
Marcial Salaverry

Lindo demais este beija-flor gabola,
não merece ir para uma gaiola.
Merece viver em liberdade,
ser um beija-flor atrevido,
que sempre terá a felicidade
de solto ter sempre vivido...

Seu canto é mais lindo,
quando na Natureza,
é aqui sua real beleza...
Voa beija-flor,
beije as flores que quiser,
pois esse beijo adoça a vida...

Deixo a porta da gaiola aberta...
Voa, avezinha esperta...
Beija-flor em liberdade,
querido beija-flor...
Assim... Livre para beijar e voar...
Cante pra mim,
encante-me, beija-flor atrevido...

***********


BEIJA-FLOR
(Marici Bross)

Este lindo beija-flor
Beija sorrateiramente
As flores com amor

É um belo beija-flor
Com suas asinhas
Parecendo uma hélice
A sugar o néctar
E beneficiar a flor

Assim quero ser
Um lindo beija-flor
A amor distribuir
Por este mundo afora
Num ritual de muito amor
www.maricibross.com

 

***********

FLOR E BEIJA FLOR

(Nadir A D’Onofrio - 04/04/2005)


Vem matar sua sede,
Saciar sua fome,
Com seu bico atrevido,
Impregnado de pólen...

Sofregamente suga meu néctar,
Quando esgotada...abandona-me...
Vai em busca de outra flor,
De cor vistosa e melífera,
Tão ou mais bonita do que eu.

Ao abandonar-me, sem mesmo saber,
Perpetuou minha espécime.
Vou agora murchar, me recolher,
E minha semente procriar...

Na época certa, no solo derrubar,
A terra, a chuva o sol,
Contribuirão, fazendo-a germinar.
Assim um novo ciclo recomeçará,
Em simbiose perfeita...viveremos...

***********

ULTIMÁTUM DO AMOR

©Antonieta Elias Manzieri

Estão abandonadas as flores do jardim,
que eram visitadas por um lindo beija-flor.
Vinha todas as manhãs, voejava para mim,
Despertando o sentimento de um novo amor.

Em que paragem está nosso sonho planejado,
que juntos nas noites de amor nos fizemos?
Onde estão os desejos de um “recente” passado...
e que nada mais representam, de tudo esquecemos.

O beija-flor já não beija, não prova mais do néctar
dos canteiros de amor que para ele cultivei.
Agora, todas as manhãs o que me resta é indagar:
-Para onde levou os sonhos que em tuas asas entreguei?

Por que me mostrou a beleza de tuas cores?
Seria teu único intuito apenas me enfeitiçar?
Se for isso, ceifarei do jardim todas as flores,
para que nunca mais consigas me encontrar...

***********

 

MEU BEIJA-FLOR!

(Eda Carneiro da Rocha)

Vem, Beija-flor!
Vamos amar!
Beijar as flores esparsas neste jardim.
Eu, como Borboleta!
Tu, como Beijaflor!

Vendo-nos juntos a voar,
sinto neste cair da tarde
que elas estão a nos esperar!

Se fazem mais belas, para serem
escolhidas, para darem o seu pólen,
e multiplicar muitas vidas!

Nasceu aqui um pequenininho
Beijaflor do Amor!
Contam as Fadas da noite,
que, Beijaflor deixou cair uma lágrima,
sobre uma rosa cheia de orvalho.
E, um milagre aconteceu.
Aqui nasceu, pequenino,
lindo, amado, voando,
entre as flores
meu Beijaflor,
o Beijaflor doAmor!


***********

 

BEIJA-FLOR

(Gislaine Canales)

O Beija-Flor tão bonito,
em sua incrível missão,
beija as flores, no infinito
com muito amor e emoção!

Seu destino é perfumado,
em jardins aconchegantes,
com flores por todo lado...
São eternos volitantes!

www.gislainecanales.com

***********

AO BEIJA – FLOR
(Iranimel)

Tudo nos prende,
E tudo nos separa!
Atraído, entregas teus beijos
A qualquer flor;
Atraída eu me curvo
Ante tua dança rara!

Daria eu a ti mais carinho,
Do que as flores que beijaste
Pelas curvas dos caminhos. . .

Ai de mim, pois,
Que jamais terei teus beijos,
Ou hás de quere-me como a ti
Eu tenho desejado!

Vem para o meu ninho,
E não me sentirei tão só...
E minha ânsia é pura!
Nem tu ficarás sozinho
Dentro da noite deserta e nua. . .

Vem, mesmo que por pouco tempo,
Vem ao menos até que se doure
Em tua estrada, o esplendor nascente,
Da bela e mágica alvorada!

Num instante, percebes a minha presença,
Ignoras, porém, o meu apelo, e vais. . .
Eu sinto, no entanto, sem compreendê-lo,
Que tentas dizer-me algo,
Porém, tu foges outra vez,
Sem me dizê-lo.

***********

BEIJA-FLOR
(Ligi@Tomarchio®)

Rápidas asas
pensamentos tolos
unidos
sobrevoam o jardim.

Amor perdido
na súplica da alma
percorre os campos
em busca de flores.

Odores sente
a procura do pólen
doce beija-flor
amor renascerá...

Ligi@Tomarchio®
www.ligia.tomarchio.nom.br

***********

BEIJA-FLOR PANTANEIRO

(Edson Carlos Contar)

Gentleman Pantaneiro

Vem, pequenino passarinho...
Te acomoda um pouquinho,
Deixa eu te ver por inteiro.
Admirar tua plumagem,
É hora do arrebol pantaneiro.

Descansa que amanhã tem mais.
Vais beijar lindas bromélias
E flores dos camalotes,
Das piúvas, ingazeiros,
A doçura dos pequizeiros
E dos ipês que estão demais...

Vais voar pelos curichos,
Nos troncos dos tarumeiros.
Beijar orquídeas e açucenas,
Depois as do aguapé,
Também as dos piuveiros...

Quando ouvires meu berrante,
Chamando a linda boiada,
Vem também pro meu ranchinho,
Que eu quero pra ti cantar...
Eu na rede, tu no ninho,
Até a noite deitar...

Amanhã, eu vou pra lida,
Tu voltas à tua vida,
Vais mais flores polimizar.
Somos dois abençoados,
Seres vivos premiados,
Por viver neste lugar.

***********

PEQUENINO BEIJA-FLOR!...

(Maria Aparecida Macedo)
"Maria Anjinha"

Venha, meu pequeno Beija-flor!
Venha selar seu beijo junto ao meu,
na ânsia de encontrar do seu adocicar,
beijo-lhe, meu lindo bichinho pequenino e delicado,
fazendo do seu voar, um doce mundo de Paz!...

Sou a sua flor que ora chora, na espera
do seu doce balançar, entre as flores do meu jardim.
Fico na ânsia da espera do amanhecer e do entardecer,
para vê-lo voando, nas pequeninas flores,
do meu amanhecer de um novo dia.

Venha, meu doce Beija-Flor...
Pouse em minhas mãos, para sentir mansamente,
a vontade de amá-lo!

Onde está meu passáro. sem destino?
Leve junto meu cheiro de alfazema,
deixe comigo apenas sua peninha colorida,
para colorir os dias meus...

Cante pra mim, bem alto, para me elevar,
nas ondas do teu som tão pequenino,
onde irei encontrar canto de Paz,
deixando entrar, em meu coração,
essa linda melodia de ninar...

Venha, meu Beija-Flor!
Me beije, pois serei a primeira flor da manhã
a esperar seu suave beijar e meu dia suavizar!




***********


TAL QUAL UM BEIJA-FLOR
(Lorenzo Yucatán - 01/12/2004)

Tal qual um beija-flor flutuando no ar,
Meus pensamentos gravitam ao teu redor,
E, daqui de longe, bem que eu já sei de cor
Quais são teus fluídos a me sintonizar.

Tal qual um beija-flor, pelo olor atraído,
Teus predicados me ganharam à distância;
Teus versos, teu carinho, tua exuberância...
Exatamente como a Deus tinha pedido

Tu és a flor pródiga, de beleza e perfume;
Eu, o telecomandante do colibri,
Que o põe a bater asas em volta de ti,
Apesar da distância e morrendo de ciúme.

Quem me dera agora voar pro teu jardim,
Atraído por tua excitante fragrância...
Tal qual um beija-flor percorrendo a distância
A fim de ver teu sorriso aberto pra mim.

Quero sugar teus lábios, misturar salivas...
Sorver todo o néctar, tal qual um beija-flor;
Afagar teus contornos, sentir teu sabor
E notar nos teus olhos esperanças vivas.

***********

O BEIJA-FLOR

(Tarcísio R. Costa -BSB, 05/10/2007 )


Deus criou os colibris, no lume da primavera,
Como alimento deu-lhes o néctar das flores...
A sua cor verde-dourada, é pura suavidade,
Eles querem ser chamados de beija-flores...

Às vezes, mutuamente, as borboleta e as flores,
Confundem-se por terem o mesmo colorido,
Por isso, ambas são sempre beijadas,
Pelos enamorados beija-flores...

Gostaria de ser um beija-flor,
Para inebriar-me com o perfume das flores,
Para visitar os jardins e os arvoredos,
Viver, assim num mundo de amor...

***********

BEIJA-FLOR
Tere Penhabe

Meu pequenino beija-flor...
que lá atrás, pelas curvas do passado
pairou alegre nas minhas tardes sonolentas
fazendo festa ao meu olhar tão encantado!

Ah, beija-flor... se eu te contasse...
como a vida mudou quando eu parti!
Tive alegrias, tive sonhos, esperanças
mas beija-flor, por aqui, eu nunca vi.

E é por isso que a saudade me invade;
me faz sentir que não existe liberdade!
Por longe que se voe pela vida,
fica-se preso numa lembrança querida!

Santos, 08.10.2007
www.amoremversoeprosa.com

 

***********

MEU PEQUENINO BEIJA-FLOR
(Marilena Trujillo - 03.12.2004)

O pequeno beija flor pousou na minha janela.
Ele já é meu velho amigo e companheiro,
Quando choro de solidão, tristeza e saudade,
Meu pequeno malabarista canta o dia inteiro...

Hoje sentindo minhas lágrimas bailando...
Despontando, se desfez em mil acrobacias.
Seu canto foi invadindo minha alma sombria.
E ele ali cantando pedia: - Viva amiga sorria!

Ah... beija flor, como sorrir sem ele, meu cantor?
Como sobreviver tão distante, sem seus beijos?
Não tenho o poder de voar... Nem tenho asas...
Sou pássaro na prisão do meu próprio desejo...

Ele tomando seu banho ao sol, meu rosto molhou
Segredando: - Ai está o segredo da vida, o valor...
Melhor sentir o peito apertar na dor da saudade...
Que nunca ter sido amado, nem ter tido um amor!

Respeite os direitos autorais.

 

***********

PEQUENO BEIJA-FLOR
(Thais S. Francisco)
"beija-flor"

Pequenino pássaro,
ágil e rápido
farfalha suas asas em busca do néctar,
e deixa o mel em nosso coração,
tamanha é a delicadeza
de seu beijar, seu tocar,
seu chilrear!..

Pequenino pássaro
confia e acredita em nós,
seres sem asas, mas,
que deixamos voar os pensamentos..
Bebe da água adocicada
que a ele oferecemos
sem duvidar dos sentimentos..

Pequenino pássaro
cruza o espaço como flecha
do arco disparada,
tal qual meus pensamentos
que buscam chegar ao coração
daquele que amei e, que um dia se foi
sem explicar da ação, a razão,
deixanto minh'alma vazia
na triste solidão..

Pequenino pássaro,
abençoada criação Divina,
a ti chamamos de beija-flor.
Me encanta, me faz sonhar
que neste jardim da vida
sou eu, a tua Flor!..



***********

 

BEIJA-FLOR...

Thereza Mattos

Beija flor, linda ave colorida
belo presente da natureza
representando luz, cores e a vida
com seu voar e sua singeleza...

Bate as asas, belo passarinho
símbolo da paz e da alegria
enche de ovinhos o teu ninho
para alegrar mais o nosso dia!

***********

 

BEIJA-FLOR
(Maria José Zanini Tauil)

Voa... voa, beija-flor
Míssil alado
Lança-te como flecha
Para frente... para cima
Para baixo... de marcha-ré
Ou paira no ar
Com asas de ventilador
Assim como o amor
Faz tão grandes piruetas
E coreografa as batidas
Desse meu coração

Voa... voa, beija-flor
Tão ágil e inquieto
Faz malabarismos no ar
Busca o néctar que te sustenta
Assim como a saliva do amado
É o alimento
Dos beijos ardentes
Das noites de amor


***********

BEIJA-FLOR

(Luísa Fernandes 18/10/07)

 

Sou fruto de Vida
Semente de Amor
Disperso-me em venturas
Voltejo entre pétalas
Viçosas, macilentas

Provo de tudo um pouco
Doce, acre, horrendo, belo…
Não me deixes agora
Não é esta a hora...
Não é neste espaço.

Lanço-me sem medos, ensandeço
Beijo a Flor, beijo a flor
Inebriada de Amor
Hesitante, mas em bicadas certas,
De néctar o bico repleto
Tal um beija-flor…


Para você, que está na Ciranda BEIJA-FLOR, salve esta lembrancinha abaixo e guarde-a com meu carinho e agradecimento pela sua valiosa participação!
Obrigada, poeta!
Yara Nazaré



Assine meu livro de visitas e ficarei muito feliz.
Obrigada!
Yara Nazaré

Obs.: Todas as poesias que constam nesta ciranda foram enviadas e autorizadas a divulgação neste site pelos seus devidos autores.

 

Midi: Rosa Vermelha - Canta: Elba Ramalho.
Enviada por Faffi.